quinta-feira, 18 de setembro de 2008

AS ANÁLISES DAS ANÁLISES

Ontem fui visitar o Sr. Castro, este é proprietário de um laboratório de análises clínicas.
Enquanto aguardava que o Sr. me pudesse despender um pouco do seu tempo, tempo este que já antecipadamente estava estipulado e horário marcado, como sempre, sou eu que tenho de esperar, com paciência de “Jó” que ele possa conversar comigo.
No tempo em que eu esperava, na sala de estar encontravam-se os utentes que iam tirar sangue, não sou muito de me meter na vida alheia, mas como o som das conversas era elevado, tive forçadamente que ouvir várias conversas e eis que aparece uma que me obrigou a apurar mais o ouvido.
Pelo que percebi, uma era dona “A”de um café (idade + ou – 50 anos) e a outra era supostamente cliente dela, “B” (+ou - 40 anos), falavam de uma “X”outra mulher que habitava o prédio do café, que a rotularam como sendo uma funcionária da Câmara duma certa Cidade.
Segundo elas esta funcionária teria tido um fraquinho em tempos pelo marido da cliente.
Assim relato um pouco do que ouvi:
“B”- Então ela agora já está separada do marido? Ela é tão boa pessoa e tão nova
“A”- Pois é, mas o que anda agora a fazer não é nada bom, ela tem tido muitas visitas durante as ultimas noites, porque já vi esta semana três vezes o “Y” e o “M” , colegas dela lá da Câmara e na outra só não vieram no fim de semana..
“B”- Então mas os dois, a que horas da noite?
“A”- Por volta das 23, 23e 30, sobem os dois e não levam nada, nem pastas da Câmara.
“B”- Ò Sra. “A”, não me digas que ela anda com os dois?
“A”- Ai não que não anda, Sra.”B”, eles vão para lá fazer outra coisa …assim… assado…cozido…posições (Outras coisas que eu não digo, mas podem imaginar que sobre sexo a três, eu ouvi bem ela a fazer o relato, ah,ah,ah).
“B”- (com uma voz escandalizada diz…) Não acredito no que ouço, ela não é dessas!
“A”- Ela não parece mas é, que eu ouço bem o barulho todo e não são poucos os gritos e gemidos, uma pouca vergonha!
“B”- Ò meu Deus que desgraça, nunca imaginei que ela fosse capaz de fazer isso, tão boa senhora.
“A”- È capaz disso e muito mais, até conquistar o seu marido que já foram ao meu café os dois, (aqui é que eu me ia escangalhando a rir, pois até aquele momento eu tinha aguentado).
A “B”disse que era impossível o marido fazer isso, ia ela para falar mais quando foi chamada pela enfermeira.
E depois eu também fui chamado á presença do Sr. Castro e fartamo-nos de rir.
Ainda bem, pois ajudou em parte a relaxar a mim pela espera e a ele que fica sempre mais sociável.
E até amanha.

9 comentários:

Luísa disse...

As boas e gentis senhoras, tanto falaram na Srª da Cãmara, que cá pra mim havia ali uma pontinha de ciume, por não terem feito um ménage á trois:)

Há que respeitar os impetos sexuais, mas essas senhoras ficam-se pela critica!

Oh Oh!

OH Luis, inda me hás-de dizer q fazes profissionlamente para ires a tanto lado e teres tanta historia deliciosa para dividires connosco!

Que invejaaaaaaa!

Beijinhos e bom fds!

Paula disse...

Bom dia,
As tuas histórias são lindas!!! Então andas a cuscar as conversas alheias, ainda por cima de mulheres...isso é do piorio..
Beijocas grandes,

Paula

Val disse...

Bom dia Luis,eu fiquei rindo aqui não da historia,imaginando vc escutar e rir.Nossa!Realmente tem vezes que escutamos cada uma rs...Obrigada por me fazer rir pela manhã Luis.
Beijos de amizade

Cristina disse...

Bom dia Amigo, o teu relato já me fez rir, é bom ler-te.

Tem um ótimo fim de semana

Beijocas

T!na disse...

olá lindo,
Mas é bom não eskecer ke uma senhora não é nada +/- de carne e osso. e ke tem vontades e desejos como kalker Ser...
E o facto de ser casada, não está morta...
Klaro ke as duas senhoras tb keriam fazer o mesmo, não são é tão ousadas como a outra senhora, ...
Mas k reláto, hahahahaha

Pelos caminhos da vida. disse...

Boa tarde!

Gosto de suas histórias, me fazem rir.

beijooo.

GraçaGrega disse...

Pois é...!
Juntam-se as "comadres" acompanhadas
duma tesoura, e depois não há vestido que resista a tantos golpes...rs

Safira disse...

Tenho andado a mil, voltarei com mais tempo. Por ora, deixo um beijinho e votos de bom fds

beijinhos

Quase nos 50 disse...

Pois o Portugal profundo é assim...e as mulheres "sózinhas" umas desavergonhadas que andam a desencaminhar os homens sérios.....

Bom casório do amigo claro!

Um abraço