quinta-feira, 5 de março de 2009

EXISTEM MOMENTOS QUE NOS…

Nos fazem maravilhas ao cérebro cansado e desiludido com o ambiente de trabalho e social.
Imaginem eu, preocupado com umas ninhariazitas da minha humilde vida maravilhosa, delirante, extenuante, excitante, muitíssimas vezes diferente no meu dia a dia nas suas situações onde a diversidade de acontecimentos me dá azo a desenvolver e a fazer ginásticas cerebrais e fisicamente, enquanto andam por ai determinados amigos e amigas que tem em mãos problemas centenas de vezes piores do que os meus.
Aqui me faz lembrar o quanto eu me preocupo demais e muitas vezes me impede de ser plenamente feliz com aquilo que mais adoro “A Vida”.
Sei que os assuntos são deles e o que posso fazer para os ajudar é tentar elevar-lhes ou digamos animá-los positivamente para verem de outra percepção ou ângulo do “Buraco” a tapar á frente deles, quanto mais se isolarem e ficarem a olhar para o dito buraco, mais desanimados ficam e assim destruindo uma reacção positiva, as pessoas externas, mas que directamente estão ligadas por motivos laborais ou sociais, esquecem-se delas motivado por esse isolamento, alguns chegando a ficar em casa sem saírem dias a fio, entrando ainda mais em silêncios e num negrume atrofiante.
Assim vão perdendo faculdades necessárias para pensarem em coisas boas e facilitar uma boa solução para as suas vidas.
A vida só tem um grave problema se este for do foro da saúde, pois se uma pessoa for saudável as soluções aparecem sempre, toda a gente tem altos e baixos na vida, pois ela própria é feita desses ciclos.
Por isso eu a aprecio tanto, tentando sempre dar-lhe um enorme apreço do seu lindo e agradecendo o trajecto que me vai expondo no presente momento.
Não consigo prever futuros, mas sei que se depender de mim, terei muitos mais dias felizes na minha vida do que amarguras decadentes e derrotistas.
Que o meu coração continue a bater com um toque ritmado, pois animação e alegria não lhe faltarão.
Bem não falo mais sobre a divina vida, tinha de comer e para solucionar isso, fiz o jantar.
Ingredientes
Choco: 1 com 150 gVinho branco:
1/2 copo Azeite: 2 colheres
Tomate maduro: 1
Alho: 2 dentes
Sal e pimenta: qb
Preparação
Lavei muito bem o choco e sequei com um papel absorvente e cortei-o em pedaços.Numa frigideira, com um pouco de azeite, refoguei o alho; juntei depois o choco, acrescentei o tomate pelado, o sal e a pimenta. Deixei fritar um pouquinho, depois acrescentei o vinho e deixei cozer em lume brando, até que evaporasse o líquido; servi com batata cozida, mas podia levar salada.
Depois disto tive direito ao famoso café e um pouco de leitura.
Conquista
Livre não sou, que nem a própria vida
Mo consente.
Mas a minha aguerrida
Teimosia
É quebrar dia a dia
Um grilhão da corrente.

Livre não sou, mas quero a liberdade.
Trago-a dentro de mim como um destino.
E vão lá desdizer o sonho do menino
Que se afogou e flutua
Entre nenúfares de serenidade
Depois de ter a lua!
Miguel Torga, in 'Cântico do Homem'

Destino
Quem disse à estrela o caminho
Que ela há-de seguir no céu?
A fabricar o seu ninho
Como é que a ave aprendeu?
Quem diz à planta «Florece!»
E ao mudo verme que tece
Sua mortalha de seda
Os fios quem lhos enreda?

Ensinou alguém à abelha
Que no prado anda a zumbir
Se à flor branca ou à vermelha
O seu mel há-de ir pedir?
Que eras tu meu ser, querida,
Teus olhos a minha vida,
Teu amor todo o meu bem...
Ai!, não mo disse ninguém.

Como a abelha corre ao prado,
Como no céu gira a estrela,
Como a todo o ente o seu fado
Por instinto se revela,
Eu no teu seio divino .
Vim cumprir o meu destino...
Vim, que em ti só sei viver,
Só por ti posso morrer.
Almeida Garrett, in 'Folhas Caídas'
E como já vai outra vez longo o dia, terei de acabar por hoje.
Desejos de uma boa sexta-feira e "Viva à Vida"

2 comentários:

Paula disse...

Olá bom dia,
Boa!!!
Atitudes positivas, muito bem:)
Beijocas cheias de alegria para ti...
Paula

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO LUÍZ COMO SEMPRE UM OPTMÍSTA DA VIDA... BELO POEMA GOSTEI E DO TEU JANTAR TAMBÉM... UM ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA