domingo, 31 de maio de 2009

TORREIRA,,,

De Sol e da maravilhosa aldeia, penso que a praia da Torreira estará mais animada esta época balnear, na verdade é sempre um sacrifício nessa época andar por aquelas bandas de carro, pois a afluência é grande até S. Jacinto.
Foi uma manha bem passada, fui bastante cedo, isto porque as pessoas amigas, aquele casal que á uns tempos comentei aqui de Avanca, combinou-se lá ás 9 horas, eu tinha de efectuar 80 quilómetros, fui pela auto-estrada já atrasado, mas cheguei, passavam onze minutos da hora.
Como tem já acontecido, eu levo um leitão da Mealhada para lá almoçar-mos na casa de um casal amigo.
Estava lá todo o pessoal, uns em casa e outros na praia que fica a um simples atravessar de estrada,
Cumprimentei todos alegremente algo que me foi devolvido com a mesma intensidade, pois das onze pessoas presentes, tirando duas, só os vejo nesta altura do ano.
Foi uma manha bem passada, com um bom ambiente, onde se recordam os melhores momentos de alegria outrora passados dentro deste Portugal.
Assim o tempo passou rapidamente, eu tinha de estar em minha casa ás quatro horas da tarde, por esse motivo quase sai logo a seguir ao almoço que durou bastante tempo.
Em casa resolvi os problemas de seguros de uma senhora que desejava partir hoje de férias para Grécia, algo que os portugueses se esquecem até ao último minuto, enfim, urgências desnecessárias.
Como não me apeteceu jantar em casa, toca a faze-lo fora dela, virado ao Fórum, depois de uma volta pelas lojas virei um linguado assado na brasa no jantar no restaurante Paço do Conde.
Amanha, começa a semana que se apresentará quente, algo que animará muita gente.
Vou deixar algo que li.
“O SOL NÃO QUER SE PÔR”
O sol não quer se pôr
Na imensidão do azul infinito
Céu,
Aromas...
Sumindo de vagarzinho, singelo.
Único.
Irradiando-nos com seu brilho.
Lúcido
O sol não quer se pôr
Vejo-o se esconder entre nuvens desconhecidas.
Estrela de grande esplendor.
No mar irradia.
Astro
O sol não quer se pôr.
As janelas estão sendo fechadas.
As luzes apagadas.
As cartas terminadas.
O tempo é compreendido.
Noite A lua chega.
Iluminando o planeta.
Com ternura
Toma-nos pouco a pouco.
Intensamente.
O sol vai se pôr Agora
Não importa.
Amanhã a alvorada estará de volta.
No canto das aves.
No florescer das rosas
No girassol amarelo.
No desabrochar de cada vida,
Vivida.
(Autora: Van)
Fiquem bem e uma boa semana de Sol e alegria.

5 comentários:

Val disse...

Boa noite Luis,que bom que aproveitou bem seu final de semana .O mar... acalma, renova,transmite energia. Caminhar na praia , sentir a areia branca e fina nos pés e aquela brisa suave e perfumada no rosto..Que bom querido luis já voltou preparado para começar bem sua semana.SEu poema escolhido magnifico!!!
Beijos com carinho

O sorriso do sofrimento disse...

obrigada pelos comentários...
por vezes a profundeza dos acontecimentos, justificam a intensidade dos sentimentos...
cumprimentos,
o sorriso do sofrimento

Paula disse...

Bem isso é que foi um passeio a correr... Mas esteve um belo dia de sol para aproveitar:)
Boa semana e beijocas,
Paula

Falar é facil! disse...

Boa Tarde! =)
Muito Obrigado pela mensg. Espero que goste, ainda está um bocadinho verde, mas com o tempo acho que vou conseguir algo que valha a pena!
Boa Semana
*Lingua Malvadaa*

Amordemadrugada disse...

Boa semana
abracito Luis
Bons passeios à beira mar