domingo, 27 de junho de 2010

DOMINGO DIFERENTE…

Decidi e está decidido, não irei mais deixar me levar por bonitas intenções e belíssimas ilusões, desta vez fechei o meu coração totalmente, impedindo assim que volte a abrir feridas, que dolorosamente demoram a sarar, não foram grandes, mas o suficiente para abrir algumas que na memória já estavam cicatrizadas.
Bem me tinha capacitado de que seria difícil encontrar alguém que tivesse a mesma opinião na sua natureza interior, onde a vontade de amar e demonstrar esse incondicional amor, fosse superior ás diversificadas materialidades e imposições, estas quais parecem-se mais com obrigações, como se devesse-se pagar um taxa para se ser amado.
O amor quer-se livre e espontâneo em todo o seu percurso, nesse, doa-se e recebe-se, com alma e saber, alimenta-se e é-se alimentado, sem egoísmos ou exigências de retornos.
Do amor puro poder-se-á tentar dizer que é cego, pelo facto da existência dentro do mesmo haverem certas reacções impulsivas, estas motivadas pelo enorme prazer e contentamento, aquando os pensamentos se enquadram numa espécie de poderoso encantamento, dando lugar a sorrisos, olhares e gestos muitas vezes incompreensíveis, mas que no fundo são muitas vezes invejados por quem os observa.
A ternura intensa tonifica a postura diária, como se assistisse a aparição de uma auria envolvente de felicidade mútua, onde se visualiza o Mundo de uma maneira totalmente diferente, simplesmente maravilhoso, onde a envolvência de algo carregado de negatividade passe superficialmente ao lado e por fim sanado.
Talvez pelo facto de eu me ter sempre regido pela calma e passividade, onde os momentos são preferencialmente positivos, enriquecedores e deliciosamente delirantes no seu espaço de tempo, eu sinta quer não existe alguma mulher que sinta o mesmo em relação á vida, que consiga sentir e seguir essa continuidade no tempo.
Enfim vou viver… Nem que tenha de renascer.
.
"O chôro da mágoa é muito mais sofrido porque nele as lágrimas não gotejam.Elas escorrem tépidas, incessantes e lânguidas pelo rosto, atingindo a alma na tentativa de estrangulá-la."
.
"Enchi uma jarra de porcelana azul, com as lágrimas que já verti, transparentes de saudade, magoa e amor...Quando a tristeza não me deixa chorar, enfio as mãos na jarra azul e lavo o rosto com as lágrimas que já antes derramei."
.
"A verdade alivia mais do que magoa. E estará sempre acima de qualquer falsidade como o óleo sobre a água."
.
"A mágoa é um peso, devemos perdoar para tirá-lo de nossas costas."
.
Como sei que quando se quer esquecer algo nada melhor que não passar pelos mesmos locais do passado é o que vou fazer no futuro
Bons tempos para todos vós.

4 comentários:

Val disse...

Boa tarde Luis!!!Quero te ver bem, quero poder ler sobre sua felicidade , quero ver um sorriso relaxado em seu rosto. Deixarei a você hoje é repetir o pensamento que li logo cedo em uma mensagem: “Se você compreende o que é a vida humana e quem você realmente é,compreenderá que os problemas são ilusões. Não há porquê apegar-se a eles. Libere-os.”Fique bem meu querido amigo!!!
Tenha uma otima semana!!!!
Beijos com carinho

Amordemadrugada disse...

A mágoa, é um peso pesado Luís! Mas difícil de arrancar da alma, meu amigo! Cada vez mais!
Txi! Espero que se sinta melhor! Eu ando por aqui nos ensaios com os meus jovens...não saio de casa...só mesmo pra ensaiar...Mas porque não vai até ás Tasquinhas!? Vou lá com os miúdos do Núcleo na quinta feira! Sempre pode bater umas palmitas lol
Besito e força Luís!

Amordemadrugada disse...

Espero que esteja bem melhor luís1
Besito doce amigo

Amordemadrugada disse...

Então Luís! Ainda em baixo?!
Força camarada ;)
Besito
e bom fim de semana